Grandes shows encerram 1a edição do ‘Mais Cultura e Turismo’






A primeira edição do projeto “Mais Cultura e Turismo” se despede nesta semana com shows memoráveis, todos na praça Nauro Machado, no Centro Histórico de São Luís. Na quinta-feira (27), as atrações ficam por conta do cantor maranhense Roberto Ricci e dos bois da Madre Deus e de Morros. No sábado (29), encerramento do projeto, a animação fica por conta de Divinas Folioas, Flávia Bittencourt e Luiz Melodia.



O projeto é desenvolvido pelo governo do Estado do Maranhão, por meio das secretarias de Cultura e Turismo. “Valoriza e resgata a cultura maranhense, revitaliza o Centro Histórico, incentiva a economia local por meio da comercialização de produtos artesanais e feiras gastronômicas, além de incrementar a ocupação de espaços públicos como as praças, em São Luís e Barreirinhas, e o Espigão Costeiro, também na capital maranhense”, comentou a secretária de Turismo, Delma Andrade.



As metas do projeto integram as diretrizes do governo Flávio Dino, que é a valorização da cultura e identidade maranhense. “Por meio do reconhecimento e incentivo à cultura do Maranhão, que é um atrativo turístico, é possível priorizar a geração de oportunidades e apoio ao empreendedorismo e consequentemente o desenvolvimento econômico e social da região”, enfatizou Delma.



“O Mais Cultura e Turismo” atuou como uma vitrine para apresentação e valorização de excelentes cantores e bandas maranhenses. “A diversidade cultural do Maranhão é intensa, e quanto mais incentivo e profissionalização para se desenvolver, as oportunidades se concretizam e o projeto contemplou essa demanda de resgatar e apresentar grandes nomes da cultura maranhense para o público local e turistas”, ressaltou a secretária. Ao longo do projeto, com duração de dois meses, mais de 60 shows de cantores da terra passarão pelos palcos.



Para o vocalista da banda Filhos de Jah, Fabinho de Jah, o momento foi único para a cultura maranhense. “É o nosso trabalho sendo reconhecido e incentivado pelo ‘Mais Cultura e Turismo’ e acima de tudo, a oportunidade que temos de apresentar música própria e conhecidas para o público maranhense e visitantes”, disse.



O cantor Celso Reis, que também se apresentou no projeto, complementou reforçando que a atividade proporciona um intercâmbio com o visitante que conhece a produção musical maranhense de primeiríssima qualidade. “É preciso resgatar a nossa cultura e a autoestima do maranhense, é preciso apresentar a riqueza cultural maranhense ao Brasil e o projeto funciona com um cartão de visita da nossa cultura”, afirmou.



Resultados positivos também para a economia que envolve os empreendedores do artesanato e da culinária maranhenses. No decorrer do “Mais Cultura e Turismo” foram organizadas feirinhas que beneficiaram cerca de 50 comerciantes desses setores.



Nas áreas próximas ao palco do “Mais Cultura e Turismo”, além da exposição do artesanato, uma feira gastronômica apresentava outro forte atrativo maranhense: pratos típicos (peixe frito, arroz de cuxá e de camarão, tortas de camarão e caranguejo), salgados com recheios de frutos do mar e doces de espécie, tradicionalíssimo da histórica Alcântara, distante 22 km de São Luís.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar! Deixe seu link para retribui a visita ❤
Instagram: @blogntc @riicardocastro